é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 04 de julho de 2019 às 17h55

Alvo de especulações, Artur garante estar focado em ajudar o Bahia

"Pensamento é total no Bahia", diz o atacante

Victor de Freitas

2019-07-04-17-01_capaartur65
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

A intertemporada do Bahia está caminhando para a reta final, com o foco inicialmente voltado para o duelo contra o Grêmio, na próxima quarta-feira (10).

Entrevistado do dia no Bahia, Artur foi um dos jogadores que tiveram o nome ligado a uma possível saída nas últimas semanas. Entretanto, o atacante garante não ter pensado em deixar o clube em momento algum.

“Fiquei sabendo pelas redes sociais (da especulação). Mas, como sempre falo, pensamento é total no Bahia, principalmente nessa semana e na próxima, que é de decisão. Deixo essas coisas para os dirigentes. Foco total no Bahia porque tem jogo importante na quarta-feira, no Rio Grande do Sul”, falou o jogador tricolor.

Chegada de Juninho

Nesta quinta-feira (04), o zagueiro Juninho chegou a Salvador para assinar contrato com o Bahia. O jogador é conhecido de Artur, com quem atuou no Palmeiras. O atacante aprovou a contratação.

“Baita contratação. Já joguei com ele, tive esse privilégio. Sabemos demais da qualidade dele. Zagueiro canhoto, vem para agregar a nosso time. Só tem a somar. Espero que ele seja muito feliz com a gente aqui”, disse.

Confronto com Everton Cebolinha

“A gente sabe da qualidade demais do Cebolinha, está acompanhando na Copa América a evolução dele. A gente torce para que ele jogue, quem sabe, vai ser um jogo muito difícil. A gente sabe da dificuldade, do um contra um dele, mas a gente está muito atento. Nossa parte defensiva está bem encaixada”.

O que esperar do jogo contra o Grêmio

“Jogo muito, muito difícil. A gente viu mesmo aqui em Pituaçu. Jogo difícil, com marcação individual até o fim. Renato Gaúcho sempre tem uma surpresinha a mais. A gente tem que focar bastante nessa semana”.

Novo visual

"Estava deitado em casa e disse: 'Naiá, vou descolorir o cabelo'. Não me inspirei em ninguém, nunca tinha feito isso, achei interessante. Eu fiquei até um pouco mais bonito também. É apelido demais. Me chamaram do Diabo Loiro. Mas é mais apelido. O cara chega um dia de cabelo preto, castanho claro e no outro de cabelo preto. Não é possível né? (risos)".

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.