é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Mercado

Publicada em 04 de julho de 2019 às 21h14

Bahia está perto de anunciar meia do Palmeiras como reforço

Venezuelano Alejandro Guerra é a bola da vez no Esquadrão

Victor de Freitas

2019-07-04-20-57_capaguerrapalmeiras
Fonte: Ricardo Nogueira / Getty Images

O Bahia segue ativo no mercado em busca de novos jogadores para a sequência da temporada de 2019. Após acertar com nomes para a defesa e ataque, desta vez o clube está próximo de anunciar a chegada do meia Alejandro Guerra.

Sem espaço no elenco palmeirense neste ano, Guerra chegará ao Bahia por empréstimo válido até o final de dezembro deste ano. Segundo o portal GloboEsporte.com, o Palmeiras optou por renovar o vínculo com o meia antes de emprestá-lo ao Esquadrão.

Guerra tem 33 anos e está no clube alviverde desde 2017. No primeiro semestre de 2018, atuou sob o comando do treinador Roger Machado, que deu aval para a negociação ser encaminhada.

Jogador com características de armação, mas também com histórico de atuações pelas pontas, o meio-campista chega para ocupar a lacuna deixada por Guilherme, com o objetivo de agregar qualidade, mas também experiência a um setor que já conta com dois jovens – Eric Ramires e Shaylon.

A carreira

Venezuelano, Alejandro Guerra iniciou sua carreira no Caracas, onde atuou profissionalmente de 2002 a 2010. Também passou por Anzoátegui e Mineros, ambos de seu país, antes de se transferir para a Colômbia.

Com a camisa do Atlético Nacional, o meio-campista ganhou destaque continental ao ser um dos principais jogadores da equipe colombiana na conquista da Libertadores de 2016 e no vice-campeonato da Sul-americana do mesmo ano.

O jogador chegou ao Brasil em 2017, após ter sido adquirido por R$ 11,7 milhões pelo Palmeiras. No time alviverde, teve seus melhores momentos justamente em seu primeiro ano de clube. Mesmo assim, não chegou a se firmar como titular até então.

Internacionalmente, anunciou sua aposentadoria da seleção venezuelana ainda em 2017, depois de 63 atuações com a camisa da Venezuela.

Em dois anos e meio de Palmeiras, Guerra soma 62 partidas e oito gols. Porém, assim como Juninho, não atuou em nenhum jogo deste ano.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.