é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Brasileiro

Publicada em 15 de setembro de 2019 às 17h54

Bahia fica no empate em 1 a 1 com o Fortaleza na Fonte Nova

Esquadrão perde chance de entrar no G-6 na última rodada do primeiro turno

Victor de Freitas

2019-09-15-17-27_capabahiaxfortaleza
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Bahia recebeu a visita do Fortaleza e ficou no empate em 1 a 1 com o Fortaleza. A partida foi válida pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado em casa, o Esquadrão perde a chance de entrar no G-6 nesta rodada e segue em sétimo lugar, com 31 pontos ganhos na competição. O próximo desafio será contra o Corinthians, fora de casa, no sábado (21).

O JOGO

A primeira etapa foi marcada por dois gols em menos de 15 minutos de bola rolando, com o placar sendo aberto pelo Fortaleza.

Fortaleza abre o placar

Logo aos dez minutos, o atacante Felipe Pires recebeu passe em profundidade, nas costas de Juninho e Moisés, e chutou na saída de Douglas.

Artur sofre pênalti e Gilberto empata o placar

Apesar de ter saído em desvantagem, o Esquadrão deixou tudo igual aos 14 minutos. Artur fez jogada individual dentro da grande área e foi derrubado. Pênalti marcado. Gilberto cobrou e empatou o duelo.

Com o placar igual mais uma vez, as duas equipes mantiveram uma postura ofensiva ao longo de todo o primeiro tempo. Buscando encaixar contra-ataques na defesa do Bahia, o Fortaleza arriscou de fora da área aos 25 minutos, em chute de Romarinho que parou em bela defesa de Douglas.

Pelo lado do Esquadrão, as jogadas passavam pelos pés de Guerra e, principalmente, por Artur. Entretanto, a equipe de Roger Machado encontrava dificuldades para acertar o último passe que poderia terminar em finalização.

SEGUNDO TEMPO

Já na segunda etapa, o Esquadrão de Aço voltou a campo com Élber, no lugar de Lucca. A opção pela substituição aconteceu após mais uma partida apagada feita pelo atacante titular.

Com três minutos de bola rolando, Artur recebeu passe na ponta direita, driblou a marcação e arriscou um chute forte. Mas a bola passou longe.

Assim como no primeiro tempo, a dificuldade para finalizar ao gol adversário foi o principal problema do Bahia em campo. Para tentar mudar o panorama, Roger optou pela entrada de Arthur Caíke, tirando Guerra da partida.

Na reta final do jogo, Fernandão entrou em campo para se tornar uma opção para jogadas aéreas. Em seu primeiro lance dentro de campo, o centroavante aproveitou uma cobrança de escanteio e cabeceou com perigo por cima do travessão.

Ao fim dos 90 minutos, o empate em 1 a 1 foi confimado no placar.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.