é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 03 de agosto de 2020 às 15h57

Bahia foca em corrigir erros para virar placar contra o Ceará

Comissão técnica e atletas citam erros como principal motivo para derrota na ida

Victor de Freitas

2020-07-27-14-54_caparodriguinho18
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

É consenso que o Bahia perdeu por 3 a 1 para o Ceará devido aos próprios erros. Ao admitir as diversas falhas cometidas na partida de ida da final da Copa do Nordeste, a comissão técnica e os próprios atletas estão focados em corrigir o que foi feito de errado para ter chances de virar o placar contra o time cearense.

A derrota na ida colocou o Esquadrão em situação complicada na decisão, precisando vencer por pelo menos dois gols de diferença para ter a possibilidade de decidir nos pênaltis.

Para levantar o troféu no tempo normal, a missão é ainda mais difícil: vencer o Vozão por três gols de diferença nos últimos 90 minutos da decisão regional.

Em entrevistas, tanto o técnico Roger Machado, quanto o meia Rodriguinho, falam que a correção dos erros será fator fundamental para o jogo de volta. No entanto, ambos também afirmam confiar no título.

Roger Machado

“É fazer um jogo diferente do que a gente fez. Sabemos onde erramos e como erramos. Foi um jogo equilibrado e o que pesou na balança foram os nossos erros coletivos e individuais que colocaram o adversário no jogo à medida que nós saímos na frente. Conseguimos ficar apenas poucos minutos em vantagem no placar. Não conseguimos nem perceber como o adversário se comportaria com a inferioridade no jogo. Agora é jogo decisivo, temos uma desvantagem, mas é perfeitamente possível de reverter", afirma o treinador do Esquadrão.

Rodriguinho

“Foi um jogo que ninguém saiu satisfeito pelo resultado. A equipe demonstrou que tem qualidade no primeiro tempo, mostrou que a gente consegue criar oportunidades, até criamos boas oportunidades por final ser um jogo mais pegado. A lição que fica são os erros. Aprender com os erros, minimizar, não errar mais como foi no último jogo. Em uma final, quando se erra prejudica todo um trabalho e fica muito complicado para reverter depois. Lógico que é possível. Eu acredito em nosso time, acredito no trabalho. Vamos colocar em prática aprendendo com os erros que cometemos no último jogo para não os cometer mais”, diz o camisa 10.

Bahia e Ceará vão definir o campeão do Nordestão às 21h30 dessa terça-feira, em Pituaçu.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.