é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 22 de abril de 2020 às 10h57

‘Essa negociação foi bem-vinda’, diz Bellintani sobre Régis

Meia foi emprestado ao Cruzeiro e alivia cofres do Esquadrão

Victor de Freitas


Clique aqui e se inscreva no Canal ecbahiapontocom no Youtube!

2020-04-17-19-47_regiscruzeiro
Fonte: Divulgação

O meia Régis está fora do Bahia após ser contratado por empréstimo pelo Cruzeiro, em uma negociação que durou longas semanas e que chegou em uma boa hora, segundo avalia o presidente Guilherme Bellintani.

Com pouco espaço no elenco dirigido por Roger Machado desde o início do ano, Régis entrou em campo somente duas vezes nos dez primeiros jogos disputados pela equipe principal no ano.

O meia canhoto viu seu espaço ficar ainda menor com a opção de Roger por usar Élber como um meia-atacante centralizado e, sobretudo, pela contratação de Rodriguinho. O novo camisa 10 tricolor, inclusive, atuou nos dois jogos em que pôde entrar em campo.

Sendo assim, a diretoria tricolor vê a saída de Régis como necessária para os cofres do clube e para o próprio atleta seguir com sua carreira em outro projeto.

"Régis foi sempre um jogador muito importante para o clube em 2017 e depois no começo de 2018. Depois, ele optou por ir jogar na Arábia e depois foi para o Corinthians. E nessa volta, com a contratação de Rodriguinho, a gente entendeu que aquela posição estava bastante ocupada e, de certa forma para o próprio Régis, ele entendia como interessante ir para outro projeto. Então, nesse momento de crise que a gente precisa reduzir custos, essa negociação foi bem-vinda. O Cruzeiro se interessou, foi bom para o jogador e bom para o Bahia também. Ele mantém o vínculo federativo com o Bahia, foi apenas por empréstimo, mas a gente entende que é o positivo nesse momento", explicou Guilherme Bellintani, ao Bahia Notícias.

O Bahia fica com Rodriguinho, Daniel e Arthur Rezende como jogadores que atuam na mesma posição de Régis, além do próprio Élber, que tem atuado no setor. Outros jogadores do elenco de transição também podem jogar na função, como Cristiano e Alesson.

 
 
leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.