é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 17 de outubro de 2020 às 10h07

Mano diz ter sido expulso por causa de polêmica no jogo anterior

'Fui expulso pelo jogo passado', afirma o treinador do Bahia

Victor de Freitas

2020-10-17-10-04_capamano25
Fonte: Felipe Santana / EC Bahia

Um jogo após ter sido alvo de polêmica envolvendo a arbitragem do jogo contra o Fluminense, o técnico Mano Menezes desta vez recebeu cartão vermelho diante do Goiás. O motivo foi novamente reclamações contra o árbitro.

Em entrevista pós-jogo, o treinador do Esquadrão se defendeu do cartão vermelho recebido após o fim dos 90 minutos, relatou discussão com Enderson Moreira, treinador adversário, e disse ter sido expulso ‘pelo jogo passado’.

“Enderson falou coisas de jogo, estava nervoso como eu estava no jogo passado. Quando você está na beirada com essa pressão absurda sobre os técnicos, você às vezes não é exatamente um comportamento em uma situação de mais calma. Fui expulso pelo jogo passado, é claro. Fui expulso depois de um jogo em que acabamos de empatar e estava feliz pela situação da equipe. Mas o quarto árbitro, desde o início do jogo, teve uma atitude provocadora para a situação. Ele expulsou o Sidnei e me olhou firmemente e esperando uma reação minha para chamar o árbitro. Não dei esse gostinho sabendo que seriam mais rigorosas. Assisti o jogo do Flamengo contra o Bragantino e falaram sobre minha atitude. Tem muito ex-árbitro falando e tem pouco treinador para falar. Acho que no futebol é preciso equilibrar as forças. Temos que ter mais ex-treinadores para defender os treinadores. Parece que o problema da arbitragem passa somente pelos treinadores. Sempre se escolhe alguém para Cristo. A gente pode melhorar o ambiente, mas não pode acontecer coisas que aconteceram aqui. O lance do Élber é um exemplo disso. Ele estava puxando o contra-ataque, na frente do jogador do Goiás e não tem como Élber sofrer aquela falta. Ele não marca e vai na reação do jogador e mostra o cartão vermelho. São coisas que precisam ser analisadas para a qualidade do jogo melhor que todos querem", falou o treinador do Bahia.

Sem Mano Menezes e também sem o auxiliar pessoal do treinador, Sidnei Lobo, ficará sob responsabilidade de Claudio Prates a missão de comandar o Bahia contra o Atlético Mineiro, na segunda-feira (19).

Enderson critica atitude de Mano Menezes na partida

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.