é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 14 de setembro de 2020 às 09h43

Mano Menezes faz avaliação do elenco antes de pedir reforços

'Essa é uma ideia que vem se desenvolvendo', diz o técnico

Victor de Freitas


Clique aqui e se inscreva no Canal ecbahiapontocom no Youtube!

 

Com novo técnico, mas com os velhos erros. Foi esse o resumo da atuação do Bahia na primeira partida de Mano Menezes à frente da equipe tricolor, na derrota por 1 a 0 para o Atlético Goianiense, em pleno estádio de Pituaçu. Com isso, a necessidade de novas soluções para o elenco se torna cada vez maior.

Após dois dias de treino, Mano comandou seu primeiro jogo como técnico do Bahia neste último domingo e viu a mesma sucessão de erros que vinha decretando as derrotas do time antes de sua chegada.

Por ter poucos dias no clube, o técnico afirma que ainda está fazendo avaliações dentro do elenco antes de solicitar os reforços necessários para a diretoria.

Mano afirma que o limite para essas avaliações ocorrerem é o jogo de quarta-feira, contra o Corinthians. Após essa partida, ele pretende conversar com a diretoria e explicar o que precisa para a equipe ser competitiva.

“Quando a direção do Bahia e eu estávamos ajustando contrato, o presidente se predispôs para que a gente analisasse as questões de reforços. E essa é uma ideia que vem se desenvolvendo e sendo analisada dentro do departamento de futebol. Eu disse a ele que gostaria de pelo menos ver os jogadores um pouco mais. E o nosso limite que estabelecemos é o jogo contra o Corinthians, porque depois disso teremos uma parada de dez dias e só voltaremos a jogar no dia 26”, comentou.

O treinador tricolor afirma que o tempo de avaliação é necessário para saber quais peças buscar no mercado e não apenas atirar para qualquer lado.

Ele também garante que todo tipo de conversa sobre reforços será feito de maneira interna, sem expor nenhum atleta e nem criar especulações dentro ou fora do clube.

“Então, existe essa ideia. Mas temos que saber onde vamos atacar, com quem vamos contar, os setores que precisamos encontrar soluções que não estejam aqui. E essas discussões sempre vamos fazer de forma interna, para não expor nenhum atleta. Não vamos falar daquilo que pensamos, porque atrapalha na contratação e cria especulação com quem está aqui dentro. Vamos fazer na hora certa”, finalizou o técnico.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.