é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Divisões de Base

Publicada em 26 de setembro de 2020 às 22h24

Mano Menezes vê evolução, mas cobra melhora em momentos cruciais

'Melhoramos, mas ainda não o suficiente porque estamos pecando em momentos cruciais', avalia o técnico do Bahia

Victor de Freitas

2020-09-13-20-32_capamano6
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Bahia sofreu mais uma derrota no Campeonato Brasileiro e atingiu a marca de nove rodadas sem ganhar na competição. Após o revés por 1 a 0, o técnico Mano Menezes concedeu a tradicional entrevista coletiva e fez uma análise sobre sua equipe.

Perguntado sobre o que viu de melhora no time, Mano Menezes afirmou que a evolução da equipe é ‘notória’, mas ainda não o suficiente.

Ele cita uma defesa mais consistente do que em outros jogos, mas lamenta a forma como o gol foi sofrido.

“A equipe vem evoluindo notoriamente nos fundamentos de um modo geral do jogo. Ela pega a bola lá atrás, sabe como quer construir, mesmo que o adversário imponha dificuldade, tenta construir como viemos treinando. Temos uma saída de bola que permite criar jogadas com qualidade. Tem se defendido melhor, porque estamos buscando essa consistência. Embora acredito que o gol que tomamos não é gol de tomar”, avaliou o técnico.

Mano Menezes citou as dificuldades impostas pelo adversário durante a partida e sobre como o Bahia se comportou diante disso.

Entretanto, também destacou pontos que o Esquadrão precisa urgentemente melhorar: contra-ataque, consistência defensiva e efetividade no ataque.

“Mas a equipe hoje enfrentou um time com poder de criação alta. Principalmente no primeiro tempo, a gente fechou os corredores, posicionou bem, retomou muito a bola que permitiu a saída para contra-ataques rápidos. Isso que precisa ser melhor qualificado. Organizar ideias, trabalhar para que a equipe aproveite oportunidades que o adversário dá. Melhoramos, mas ainda não o suficiente porque estamos pecando em momentos cruciais. O gol que tomamos, a penalidade máxima, que é um momento importante para você empatar e dar confiança para até buscar uma virada...”, disse.

Para o treinador, a melhora do time como um todo só acontecerá conforme o tempo passe, com treinamentos e jogos nas próximas semanas.

“A equipe tem lutado muito, os jogadores têm se entregado. Pressionaram para buscar o empate. Falta o detalhe porque quando se passa uma quantidade de jogos como essa que o Bahia está sem vencer, é óbvio que falta. Mas não adianta a gente querer construir coisas que não estão solidificadas como um todo. Resultado todo mundo quer, nós também queremos. Mas acreditamos em construir as coisas de maneira correta e é isso que estamos fazendo. Sinto que os jogadores apresentam uma melhora a cada jogo para aquilo que vejo como necessário que devemos fazer”, avalia o treinador do Esquadrão.

“O vestiário de um time é muito revelador com as coisas que a gente avalia, como comportamento. O resultado é parte disso, mas os jogadores também sabem avaliar questões que fogem disso, como a atuação, a maneira de jogar. Quando a equipe solidifica essa ideia vai criar alguma identidade e isso vai fazer com que o time reaja no campeonato”.

O próximo jogo do Bahia será contra o Botafogo, na quarta-feira (30), fora de casa.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.