é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Brasileiro

Publicada em 18 de dezembro de 2019 às 16h38

O que tirar de positivo da campanha do Bahia no Brasileirão 2019

Da Redação

Fim de ano no futebol brasileiro é recheado de especulações sobre jogadores e treinadores. Além disso, é um período em que dirigentes e comissão técnica tiram para analisar o ano como um todo, para planejar o próximo ano e assim realizar contratações pontuais para o elenco.

Em que pese a queda de desempenho do Bahia nos últimos meses de temporada, há aspectos positivos pensando a média e longo prazo que não devem ser ignorados. Olhando para os positivos da campanha do Bahia no Brasileirão de 2019, o técnico Roger Machado e os jogadores conseguiram dar um padrão de jogo interessante ao time e proporcionar boas partidas à torcida do Esquadrão.

Roger Machado chegou ao Bahia em abril e veio com a missão de substituir o treinador Enderson Moreira. De acordo com Roger, em entrevista para o jornalista Mauro Cézar Pereira, ele aproveitou muito do trabalho de Enderson para montar o seu time.

“Aproveitei muito da estrutura que o Enderson deixou para mim. Pude prestar atenção em outros detalhes no ponto de vista tático e coletivo porque tinha uma base bem montada. A transformação que fiz no Bahia não foi tão profunda, temos mais semelhanças do que diferenças na formatação tática da equipe. Isso facilitou meu trabalho”, disse ele.

Nos trabalhos anteriores, Roger Machado priorizava muito a posse de bola. No entanto, o Bahia sob seu comando foi um time mais reativo do que propositivo em 2019, devido às características dos jogadores que teve à disposição no elenco do Esquadrão.

1º turno no Brasileirão e vaga para a Sul-Americana

O 1º turno do Bahia no Brasileirão foi um dos pontos altos do Tricolor de Aço na temporada de 2019. O trabalho de Roger surgiu rápido efeito e a equipe terminou a primeira metade do Campeonato Brasileiro na 7ª posição, com 31 pontos — na zona de classificação para a pré-Libertadores. Foi a melhor campanha do Esquadrão em único turno na história dos pontos corridos.

Vale destacar que a defesa do Bahia sofreu apenas 16 gols no 1º turno, a 4ª menos vazada. Se conseguisse repetir a mesma campanha no 2º turno, o Tricolor de Aço teria somado 62 pontos e terminaria o Brasileirão na 7ª colocação e, de quebra, com classificação garantida para a pré-Libertadores.

Apesar da queda de rendimento no segundo turno, a vaga na Copa Sul-Americana foi um bom resultado no fim das contas. Como mostra o site Infogol, o time ficou com a 11ª colocação na tabela geral e, consequentemente, repetiu a mesma colocação que conseguiu em 2018.

Gilberto, artilheiro do Esquadrão na temporada

Outro ponto positivo na temporada do Esquadrão foi o atacante Gilberto, que terminou o Brasileirão com 14 gols — em 3º na tabela de artilharia da Série A, atrás apenas de Bruno Henrique e Gabriel Barbosa.

A melhor partida Gilberto na temporada aconteceu na vitória categórica sobre o Flamengo por 3 a 0, na qual o atacante do Tricolor de Aço marcou os três gols sobre os cariocas. O atacante foi o primeiro jogador em 18 anos a repetir o feito de Rogbol, que em 2001 marcou três gols na vitória do Bahia em cima do Paraná, na Fonte Nova.

Douglas Friedrich, um paredão

No Bahia desde 2018, o goleiro Douglas Friedrich teve a melhor temporada de sua carreira em 2019. Em novembro, Douglas completou 100 jogos pelo Tricolor de Aço e ficou muito honrado em ter atingido essa marca em clube tão grande como Bahia.

“Marca muito importante para minha carreira. Clube que mais partidas defendi. Sempre tive desejo na carreira de passar pelos clubes e deixar legado. Estou satisfeito e meu desejo é continuar construindo essa história. E isso só não depende do Douglas. Enquanto eu estiver no Bahia, vou continuar sendo esse Douglas”, disse o goleiro, em entrevista coletiva.

Gilberto e Douglas têm contrato até dezembro de 2020 e devem permanecer

Dois dos principais destaques do Esquadrão em 2019, tanto o atacante Gilberto quanto o goleiro Douglas têm contrato até dezembro de 2020 e, ao que tudo indica, estarão disponíveis no elenco da equipe para a próxima temporada.

Ambos, inclusive, já reiteraram em entrevistas o compromisso que têm com o Tricolor de Aço para a próxima temporada e são peças que o técnico Roger Machado considera fundamentais para o projeto do Bahia em 2020.

Quer 30 dias de DAZN grátis e assistir o jogo de volta do Bahia na Sul-Americana? Clique aqui e cadastre-se hoje!
leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.