é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 02 de abril de 2020 às 11h36

Presidente cita clubes que influenciam trabalho do Bahia

Bellintani diz quais clubes olha para "copiar" ações que deram certo

Victor de Freitas

2020-02-07-08-26_capabellintani41
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Bahia tem cada vez mais conquistado destaque na mídia nacional devido a resultados em campo e ações fora das quatro linhas.

Com uma gestão elogiada, o presidente Guilherme Bellintani constantemente concede entrevistas a programas transmitidos em rede nacional, além de sites e canais de Youtube com grande audiência.

Nesta semana, o presidente foi entrevistado pelo jornalista Jorge Nicola, no Youtube, e falou sobre quais clubes influenciam o trabalho feito pelo Bahia.

Bellintani citou o Athletico Paranaense como o clube que mais inspira o trabalho da diretoria tricolor.

“A gente olha e copia muita coisa dos outros clubes, porque não dá para criar o tempo inteiro. Olho muito o Athletico Paranaense, pelo trabalho que faz com jogadores jovens, revelação de talentos, projeção de médio prazo com boa estrutura”, explicou.

O dirigente do Esquadrão também citou outros clubes do sul, do Sudeste e outras equipes nordestinas que cresceram nos últimos anos.

“Olho muito para Grêmio e Inter, que são dois clubes que possuem torcida regional, mas que conseguem ter grandeza e disputar o topo do futebol nacional. Olho para Fortaleza e Ceará, também olho para clubes mais grandiosos para ver onde Flamengo e Palmeiras estão acertando. Então, busco olhar um pouco para copiar e criar a própria história. Não é pecado nenhum copiar iniciativas de outros clubes”, complementou.

O Athletico Paranaense foi o primeiro clube brasileiro a disputar o Estadual exclusivamente com uma equipe sub-23. Isso acontece desde 2013.

Desde que decidiu apostar na revelação de talentos, com o uso do time B, o CAP conquistou três títulos estaduais, uma Sul-americana, uma Copa do Brasil e acertou vendas milionárias a clubes europeus.

Entre 2016 e 2017, Os volantes Hernani e Otávio foram vendidos a Zenit e Bordeaux, cada um por mais de R$ 27 milhões. Em 2018, Renan Lodi foi vendido ao Atlético Madrid por R$ 87 milhões. Neste ano, o clube já lucrou R$ 134 milhões com as vendas de Bruno Guimarães e Robson Bambu a clubes franceses.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.