é goleada tricolor na internet
veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Baraúna promete dar voz à torcida e diz em qual modalidade quer inserir o Bahia

Notícia
Política
Publicada em 9 de novembro de 2023 às 12:05 por Victor de Freitas

baraunachapa
Fonte: Divulgação

Radialista de longa trajetória na imprensa esportiva baiana, Jailson Baraúna lançou sua candidatura para a presidência da associação Esporte Clube Bahia visando a eleição do próximo dia 2 de dezembro.

Com Raimundo Nonato dos Santos como candidato à vice, Baraúna concorre através do grupo Mais um Bahea.

Primeiro candidato a ter anunciado sua candidatura, antes mesmo do fim das inscrições, o atual membro do Conselho Deliberativo do Bahia falou sobre como enxerga o cargo de presidente da associação Bahia 31 e o que acredita que deve ser feito. A entrevista foi concedida ao programa BN na Bola.

“É preciso andar perto do torcedor. Mostrar quem você é. Quando você tem que montar um personagem, é difícil, mas quando você fala do que você realmente é, fica fácil. Então, quando você tem o hábito de estar perto do torcedor, entendê-lo, ouvi-lo e fazer a coisa pensando nele é muito mais fácil. Se você pertence ao Bahia, você vai andar tranquilamente perto do torcedor”.

Dentre uma das suas propostas, Baraúna fala em ouvir o torcedor e aumentar a rede de relacionamento com a nação também como forma de aumentar o número de associados do Bahia 31.

“O grande detalhe é você cuidar das pessoas. Quem faz o clube são as modalidades ou as pessoas? O sócio dá vida a Associação e é ele que a gente tem que cuidar primeiro. Ouvindo, dando voz, aumentando essa rede de relacionamentos. Você tem que estar na arquibancada da Fonte Nova, na rua, entendo o torcedor. Para você ter uma noção, hoje, há uma distância gigantesca: são 50 mil sócios da SAF e a Associação não chega a 6 mil. Isso é fruto da falta de relacionamento da instituição com o seu sócio”.

Com o futebol sob controle do Grupo City, o candidato entende que a associação deve traçar um caminho em outras modalidades, e ele cita o basquete como potencial.

“Primeiro, cuidar do sócio. Segundo, é definir uma modalidade esportiva. Eu tenho preferência pelo basquete por conta de já ter liga organizada, a NBB, com a possibilidade de captação de recurso, exposição de mídia gigantesca, que daria 100% das suas partidas exibidas. O NBB é um parceiro da NBA, do COB e você tem capacidade de transformar isso em uma capilaridade muito maior. A próxima temporada do NBB, que vai começar em outubro do ano que vem, daria tempo suficiente para montar uma equipe”.

Baraúna é conselheiro do Bahia há seis anos.

comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros.
O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios
impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

enquete

Após mais de 50 jogos pelo Bahia, como você avalia o trabalho de Rogério Ceni?
todas as enquetes
casas de apostas brasileiras