é goleada tricolor na internet
veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Everton Ribeiro compara Bahia de 2024 com Cruzeiro de 2013: ‘foi um ano parecido’

Notícia
Entrevista, Sem categoria
Publicada em 16 de maio de 2024 às 10:45 por Victor de Freitas
Meia lembra que Cruzeiro foi desacreditado em 2013 e surpreendeu ao longo do campeonato
Everton Ribeiro, Bahia
Foto: Letícia Martins / EC Bahia

Everton Ribeiro foi o grande maestro do título brasileiro conquistado pelo Cruzeiro em 2013. 11 anos depois, veste a camisa do Bahia e novamente desponta entre os líderes da competição nacional.

Para o camisa 10 do Esquadrão, há comparações que podem ser feitas entre o Bahia de 2024 e o Cruzeiro campeão de 2013 e que brilhou com atuações que chamaram a atenção do público desde as primeiras rodadas.

Na opinião de Everton Ribeiro, a semelhança inicial é de que houve a chegada de inúmeros jogadores que assumiram a condição de titulares – entre eles, o próprio meia e outros ex-tricolores, como Ricardo Goulart e Nilton, outros destaques do time.

Além disso, as equipes se assemelham pelo fato de que poucos terem acreditado no título do Cruzeiro quando a competição começou, a exemplo do que acontece com o Bahia neste momento, mesmo em segundo lugar.

Em 2013 foi um ano bem perecido com esse agora, uma equipe reformulada trazendo grandes jogadores. No final do ano fomos campeões brasileiros. Muita gente não acreditava. A gente sabia do potencial e foi trabalhando”.

Everton destaca que ainda há um longo percurso até uma possível conquista, mas que ela só virá caso a equipe continue pensando em se manter no topo da tabela, como protagonista.

“Temos caminho longo ainda, mas temos que seguir nesse pensamento grande de querer ser protagonista. Estou muito feliz com o que a gente vem fazendo”.

Everton Ribeiro 2013
Everton Ribeiro brilhou no título brasileiro de 2013 pelo Cruzeiro (Foto: Divulgação)

O meia garante também que todo o grupo tem encarado cada jogo como final, independentemente do adversário e da competição que estiver em disputa no momento.

“Estamos encarando todos os jogos como uma final, isso que vem fazendo a diferença para nós. Independentemente se é Brasileiro, Copa do Brasil ou Copa do Nordeste, são jogos importantes”.

Com a suspensão do Brasileirão por duas rodadas, o Bahia enfrentará o Criciúma na próxima quinta-feira (23), pela volta da terceira fase da Copa do Brasil, fora de casa.

comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros.
O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios
impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

enquete

Após mais de 50 jogos pelo Bahia, como você avalia o trabalho de Rogério Ceni?
todas as enquetes
casas de apostas brasileiras