é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Sobe e Desce

Publicada em 12 de abril de 2021 às 09h46

Sobe e Desce: veja quem está em alta e em baixa no Bahia

Lateral-esquerda continua tirando o sono da torcida tricolor

Da Redação

O Bahia venceu dois jogos fundamentais nessa última semana e garantiu vagas nas próximas fases da Copa do Brasil e da Copa do Nordeste.

Com o tradicional ‘Sobe e Desce’, o ecbahia.com analisa quais pessoas, (jogadores, comissão técnica, dirigentes), situações, resultados e ações foram destaque na semana anterior, seja de maneira positiva ou negativa.

Sobe: Reforços deixam boas primeiras impressões

Dado Cavalcanti começou a emplacar reforços entre os titulares do Bahia nos últimos dois jogos. Após ser contestado por deixar Luiz Otávio no banco em duas partidas, o técnico promoveu a entrada do defensor na equipe titular e montou a defesa que todo torcedor tricolor espera, ao lado de Conti.

Já o argentino, cada vez mais firme como titular do Bahia, marcou seu primeiro gol diante do Manaus e tem demonstrado que não sairá da equipe.

Thaciano fez duas atuações como titular e também está se firmando como titular. Contra o Manaus, marcou um golaço e ficou perto de balançar as redes novamente diante do ABC.

Já o paraguaio Óscar Ruiz, contratação mais cara da temporada até então, literalmente estreou com o pé direito, ao finalizar para o fundo das redes logo em seu primeiro toque na bola. Marcou o gol da virada contra o ABC e garantiu o triunfo para o Esquadrão.

Galdezani e Jonas são reforços que também começam no banco, mas pela formatação de meio-campo indicada pelo técnico Dado Cavalcanti, vão precisar mostrar muito serviço para conquistarem um lugar na equipe titular.

Desce: A lateral-esquerda do Bahia

Seja com Matheus Bahia ou com Juninho Capixaba, o ponto mais fraco da equipe tricolor em 2021 é a lateral-esquerda. Alvo de críticas da torcida, o setor não recebeu reforços e não foi visto como prioridade pelo departamento de futebol antes do início da temporada.

Quando atua, Capixaba, por vezes, consegue desempenhar bom papel ofensivamente. Não à toa foi o principal assistente do time em 2020, mas a sua irregularidade dentro das partidas e ao longo dos campeonatos é o fato que incomoda e que fez a torcida perder paciência.

Já Matheus Bahia é mais jovem, mas comete erros primários que também tiram o sono do torcedor tricolor. Quando vai ao ataque, demonstra dificuldade para levantar a bola na área com qualidade. Contra o ABC, por exemplo, errou inúmeros cruzamentos.

Defensivamente, consegue agregar mais do que Capixaba, mas também possui defeitos na marcação que acabam por ajudar a deixar a defesa exposta.

No time de transição, Felipinho e Mayk já foram reprovados. Hélio Júnior ainda não jogou por conta de lesão, mas passou a maior parte de 2020 jogando como meia justamente por defeitos em seu jogo defensivo.

Para a torcida, um reforço para a lateral-esquerda é fundamental para atingir os objetivos de 2021. Mas, será que a diretoria concorda? É o que veremos.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.