é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 21 de fevereiro de 2024 às 23h03

Ceni aprova atuação do Bahia e explica opção de estrear atacante

'Pressionamos todo o tempo, eles não tiveram praticamente nenhuma chance de gol', avalia

Victor de Freitas

ceni59
Fonte: Letícia Martins / EC Bahia

 

O Bahia venceu o Moto Club por 4 a 0 e garantiu sua vaga na segunda fase da Copa do Brasil em um jogo marcado pela estreia do colombiano Oscar Estupiñán no comando de ataque tricolor.

Sobre a partida disputada em São Luís, o treinador Rogério Ceni revelou que o estado do gramado fez com que dúvidas surgissem quanto à escalação inicial.

“Pela manhã estava muito encharcado o campo, a comissão veio aqui olhar e à tarde melhorou um pouco, mas tivemos dúvidas sobre quem escalar não por causa do gramado, que não é dos piores, mas pela chuva mesmo”.

Sobre os 90 minutos de jogo, o técnico do Esquadrão afirmou ter ficado satisfeito com a atuação dos seus jogadores, por terem dominado o adversário sem oferecer oportunidades

Acho que jogamos bem, pressionamos todo o tempo, eles não tiveram praticamente nenhuma chance de gol. Demoramos um pouco para abrir o placar, mas sempre tentando e conseguimos passar adiante na Copa do Brasil”.

Estupiñán entre os titulares

Logo em seu primeiro jogo, o novo centroavante tricolor balançou as redes em uma cobrança de pênalti que abriu o placar para o Esquadrão. Ceni explicou a decisão de escalar Estupiñán entre os titulares.

“É quem chegou mais recente, ainda precisa treinar mais. Nós queríamos experimentar, também devido às condições do campo. É um jogador de mais força, de mais presença de área. Imaginávamos que teria um pouco mais de água no campo, mas até que no final deu uma secada e as poças sumiram”.

“Acho que ele precisa de tempo, mas foram 60 minutos que ele esteve em campo. É mais um jogador de área, de finalização, de estar perto do gol, e precisa logicamente se acostumar com o time, já que ele é o último que chegou”, acrescentou.

Nova dupla de zaga

Para a partida, Ceni apostou em uma dupla de zaga que ainda não havia sido escalada no Bahia, com Kanu e Cuesta, que se conhecem dos tempos de Botafogo.

O treinador tricolor falou sobre a escolha da dupla e a atuação defensiva do Bahia, destacando que o poder ofensivo da equipe ajudou também os jogadores de defesa.

“Temos quatro zagueiros que vêm jogando constantemente e vamos revezando de acordo com o que achamos ideal para o jogo. Gosto de todos eles. Hoje não foram exigidos porque marcamos bem na frente. Eles não foram exigidos porque nós encurtamos o jogo e eles não conseguiram passar praticamente. Mas foram bem os dois, fizeram bons passes. Produzimos bastante, poderíamos ter feito mais gols, mas foi um resultado seguro”.

Quer receber notícias do Bahia no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo exclusivo para notícias do Esquadrão!

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.



casas de apostas brasileiras