é goleada tricolor na internet
veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Ceni vê virada como “simbólica”, elogia Gabriel Xavier e atuação do time

Notícia
Entrevista
Publicada em 17 de abril de 2024 às 08:53 por Victor de Freitas

ceni71
Fonte: Tiago Caldas / EC Bahia

Após um início da forma como ninguém esperava, com gramado encharcado e um gol sofrido, o Bahia voltou mais ‘ligado’ após a paralisação e dominou as ações com o campo em boas condições de jogo.

Com gols marcados por Caio Alexandre e Cauly, em belas jogadas com a bola rolando na Fonte Nova, o Tricolor conquistou uma virada e somou os três primeiros pontos.

Após a partida, o técnico Rogério Ceni afirma que a forma como aconteceu a virada é simbólica para a equipe.

“Aquela chuva, voltar para campo e virar um jogo contra o atual campeão da Libertadores é simbólico”.

Para a partida, o treinador escolheu escalar Gabriel Xavier no lugar de Kanu e, em sua coletiva, fez elogios direcionados à atuação do jovem zagueiro. Ele destacou também o comprometimento de Ademir e Thaciano com a marcação.

“Eu acho que outras derrotas vão acontecer no caminho. Ano passado, em 29 rodadas, o time só tinha vencido cinco. A gente venceu mais sete depois e escapou. Por isso comemoro cada resultado. Não só o Gabriel (Xavier), hoje fizemos uma partida muito próxima do que a gente deseja para o time. Marcamos pressão, fizemos os sacrifícios de voltar e marcar. Thaciano fez muito isso. Ademir fez uma ótima partida. Todos acho que foram bem. O Gabriel também, na minha opinião, fez um ótimo jogo”.

Para o treinador, a atuação do Bahia só não foi melhor do que o desempenho do time no triunfo sobre o Sport.

“Não sei se foi o melhor jogo, aquele contra o Sport fizemos muito bem. Talvez defensivamente, sim, porque foi um adversário de mais alto nível. Em um campeonato como esse vão ter muitos adversários assim. E mostrar o peso do torcedor. Em 12 jogos aqui esse ano são 11 vitórias e um empate. Então a presença do torcedor é importante. Não pode deixar de vir, de estar presente”.

Falha de Arias no gol e chance de continuar com Gabriel Xavier

“Eu nunca falo sobre escalações futuras. Para mim todos são muito importantes. Tomamos gols como tomamos em outros jogos, mas hoje ficou escondido. O gol veio de uma falha de um lateral. O Fluminense não teve muita força no jogo aéreo. Mas repito, foi uma boa partida do Gabriel (Xavier), nada impede que ele possa jogar outros jogos. O Cuesta está com uma pequena lesão no nariz, temos que ver como vamos resolver isso. Ao longo do campeonato ter opções vai ser muito importante”.

Atuação equilibrada entre defesa e ataque

“Acho que dificilmente alguém vai ter mais posse de bola que o Fluminense. É um time trabalhado para criar chances desde lá de trás, corre seus riscos, mas tem um treinador com convicções. Defender também faz parte. Claro que no nosso meio de campo não é a principal característica defender, mas é preciso fazer sacrifícios. O importante foi que a gente se manteve equilibrado em todo o jogo. Por mais que o Fluminense pressionou, a gente não deu nenhuma oportunidade clara de gol. Mesmo fugindo um pouco das características, existem jogos que vamos ter que baixar as linhas e sofrer um pouco mais”.

O próximo jogo do Bahia será contra o Vitória, que ‘folga’ nesse meio de semana em razão do adiamento do jogo contra o Cuiabá. O Ba-Vi está marcado para domingo (21), no Barradão.

Quer receber notícias do Bahia no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo exclusivo para notícias do Esquadrão!

comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros.
O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios
impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

enquete

Após mais de 50 jogos pelo Bahia, como você avalia o trabalho de Rogério Ceni?
todas as enquetes
casas de apostas brasileiras