é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Mercado

Publicada em 27 de março de 2021 às 10h22

Goleiro ex-Bahia é contratado por time do Paraguai

Esquadrão ainda detém parte dos direitos econômicos

Da Redação

jeanatg
Fonte: Pedro H. Tesch / AGIF

Jean vai atuar pelo Cerro Porteño na temporada de 2021. O goleiro revelado no Bahia foi confirmado como jogador do clube paraguaio por empréstimo, cedido pelo São Paulo, time que detém seus direitos e que preferiu não reintegrá-lo ao elenco neste ano.

Aos 25 anos, Jean teve uma temporada como titular absoluto do Atlético Goianiense ao longo da temporada de 2020, notabilizando-se, inclusive, por marcar seis gols.

Entretanto, o principal fator que tem tirado o jogador do alvo de clubes grandes do Brasil - e também times do exterior - é o histórico extracampo. Nas férias do início de 2020, Jean foi preso nos Estados Unidos por agressão à esposa.

No Cerro Porteño, o goleiro chega para ser titular do time paraguaio na Copa Libertadores e na liga nacional.

O contrato de empréstimo tem opção de compra estipulada em 2,8 milhões de dólares (atualmente R$ 16,12 milhões). O Bahia ainda tem 30% dos direitos econômicos do arqueiro.

Após o Brasileirão de 2020, o presidente do Atlético-GO afirmou que o jogador estaria com proposta de um clube onde tinha história. Muitos entenderam que a indireta foi para o Bahia.

Já em entrevista coletiva, Guilherme Bellintani não confirmou que teve interesse em repatriar o goleiro, mas disse também entender que o jogador tem direito de seguir sua carreira sem ser marcado por este ocorrido.

Antes de acertar o empréstimo do goleiro, o diretor de futebol são-paulino, Carlos Belmonte, afirmou que o São Paulo não iria reintegrá-lo.

"O fato ocorrido é inadmissível. O São Paulo não pode compactuar com o ocorrido. Ele errou e deve pagar por esse erro, mas, depois disso, não pode achar que a carreira dele acabou. É um erro inadmissível. (...) Fez um campeonato excelente, mas no São Paulo é um desgaste muito grande. Eu torço para que ele possa continuar a carreira e repensar o ato horroroso”, disse o dirigente do São Paulo, em live no dia 17 de março.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.